sexta-feira, 22 de novembro de 2013

JETTA VARIANT - time to say goodbye



Para quem ainda não a conhece, apresento-lhe a minha linda, valente, confortável e segura Wagon responsável pelo transporte dos meus bens mais valiosos filhas e esposa!

Esse carro sempre foi muito desejado por mim, pois consegue materializar o melhor de dois mundos esportividade e espaço. Explico, com familia grande os hatchs e sedans não dão conta de levar a tralha toda. Já as SUVs que esbajam espaço não entregam a segurança e esportividade necessária (para mim, esportividade é uma necessidade também!). Ademais as SUVs são um transtorno à parte na vida urbana, lentas no trânsito sem falar nas vagas apertadas que a cidade de São Paulo nos oferece.


Essa Jetta é linda, com o visual do Golf VI alemão e um pacote de tecnologia embarcada que faz inveja à carros de categoria superior. A frente traz conjuntos óticos de cortes geométricos, típicos dos VWs alemães, capô liso na parte central com ressaltos nas extremidades que insinuam um pára-lamas. A linha de cintura é alta e reta que dá um toque classudo ao modelo.

G "Giulia" I "Isabella" e R "Rubia", minhas 3 princesas, 1974 é meu ano de nascimento



A posição de dirigir é confortável e fácil de achar uma que lhe agrade. Dispõe de um generoso espaço interno, porta-malas de 500 litros e ainda racks no teto. Por falar em teto, este modelo possui um dos sistemas de teto solar panorâmicos mais bacanas que conheci. As meninas quando querem ver a lua a noite, já pedem para o "papai" aqui abrir o teto!




Apenas listando alguns como controle de tração e estabilidade, muitos air bags (frontais, laterais e de cortina), ABS, EDB, BAS, aquecimento dos bancos em couro e regulagem nos 3 eixos, ar condicionado dual zone, teto solar panorâmico, amplo porta malas, rodas 17" e volante de 3 raios do Passat CC, com todos os comandos à mão. No console rádio com 6 CDs, tela de 6,5 polegadas touch e entrada para cart'ao SD e mp3.



São tantos outros detalhes que você só descobre depois que comprou, por exemplo, quando se esterça o volante para um dos lados o farol de milha do lado respectivo acende-se automaticamente para lhe auxiliar na visualização da curva!

está com película anti-vandalismo e engate homologado
Detalhes à parte o que ele tem de bom mesmo é o desempenho e estabilidade. Vem equipada com um motor de 2.5 litros, cinco cilindros que gera 170 HPs. É um propulsor robusto, com torque abundante e somado ao câmbio de seis marchas com tiptronic empurra com muita destreza a perua alemã.

bancos com estilo esportivo que amoldam o motorista ao banco
O trem de força garante agilidade impressionante, basta pressionar o pedal que o urro do motor cresce acompanhado de respostas vigorosas. As retomadas não igualmente generosas méritos dos 24,5kgfm estar integralmente disponíveis aos 4.200 rpm e do preciso e câmbio de seis velocidades. O consumo é comedido para o porte do carro e minha esposa consegue fazer 10Km/l na cidade, comigo ela faz 7,5 / 8 Km/l na cidade, mas faz facilmente mais de 12 Km/l na estrada.

porta malas com mais 500 litros, os bancos traseiros rebatem 2/3 e 1/3

O comportamento dinâmico é excepcional, especialmente em trechos sinuosos, mas se você exagerar tamanha a sua empolgação não se preocupe que entram em cena uma lista completa de itens de segurança ativa e passiva, como os freios ABS, EBD e BAS e controles eletrônicos de tração e estabilidade.
no Mopar Nats 2011 - ela levou as gêmeas até Itupeva
Agora você vai me perguntar, com todos estes atributos, vai vender porque? Em casa adotamos ter um carro "família" maior para viagens e outro urbano menor e mais econômico. Claro que esse conceito não vale para os antigos!!! Desde a chegada da Journey em meados de 2012 ficamos com duas barcas. E chegou a hora de voltar ao plano original de "downsizing".



A Variant foi adquirida em março de 2010, ano e modelo 2010, com todas as revisões feitas em concessionária VW, hoje dia 20 de novembro de 2013 está com exatos 32.000 Km e peço valor abaixo da tabela. Mas chegou a hora de despedir-me. Quem a comprar, tenha a certeza que está levando um carrão e muito bem conservado.




Apesar da paixão pelos V8s em especial pelos Dodges nacionais, admiro muito a engenharia alemã e gosto dos VW. Em 1994, adquiri uma Parati CL 1990 praticamente de zero quilometro e era da cor azul, mas uma tonalidade mais clara e um fim trágico, mas isso é assunto para um futuro post.


It's time to say good bye to the best VW ever that I had. 




video